BATERIAS NACIONAIS – QUAL A MELHOR ???


FOTO MATÉRIA BATERA

De alguns anos pra cá, devido ao aumento do dolár e a valorização das empresas brasileiras, os produtos nacionais estão ganhando cada vez mais espaço no mercado. E com os instrumentos musicais não é diferente. No mercado de baterias, por exemplo, até o ano de 1999 existiam apenas 2 empresas que vendiam em grandes escalas, hoje existem pelo menos 7.
A grande questão é: QUAL A MELHOR BATERIA NACIONAL??
Fiz algumas considerações sobre as baterias nacionais. Espero que gostem.

Odery: Considerada a ” Top Nacional “, a Odery faz excelentes baterias.
Iniciada em 1992, Pioneira em customização de baterias, para as séries Custon, a Odery dá opção de escolha de todos os componentes da bateria, como: Madeira, Ferragens, Acabamento(venda por encomenda).
Em 2005 apresentou sua primeira série comercial “popular”, à Privilege Séries, baterias muito mais simples que às custon e com ferragens de marca própria.
As bateras Custon da Odery são muito ótimas, ótimo acabamento, ótimos timbres. Na maioria das vezes são montadas com ferragens são gringas, como: Gibraltar, Pearl, Tama, etc… ou seja, excelentes. Porém o custo+benefício é muuuito alto, dependendo do caso é quase o preço de uma top Gringa como Pearl, Tama, Mapex, Não compensa !. A série Previlege é bem mais básica do que a Custon, porém seu acabamento não deixa a desejar. Mesmo sendo novas, as ferragens Privilege são bacanas. (Não se comparam com as Gringas!), mas são boas.

Maxter: Mais nova empresa de bateria no mercado brasileiro, a “caçulinha” já vem com qualidade absurdamente boa. Talvez, a que mas se aproxima da Odery (Série Custon). A Maxter, em seu pouco tempo de vida, já mostrou que não veio para brincadeira e em suas primeiras bateras, já mostra excelentes acabamentos. Da mesma forma que o início da Odery, a Maxter fabrica somente baterias por encomenda. Ainda precisa melhorar muito nas ferragens, porém, mesmo assim o designer apresentado foi satisfatório.

RMV: Empresa já conhecida na área de instrumentos Musicais no brasil, a RMV deu um salto Gigantesco em 2001 com o lançamento da linha CONCEPT. Logo depois o supersucesso (ROAD), com três tons, bumbos de 20 e 22×18,etc… Por último às séries Expression, Road e Concept Exclusive, esta ultima a série Top da marca. Com todos estes lançamentos verificamos um aumento grande na qualidade das bateras, porém ainda pecam nas ferragens. Para regular os tons suspensos, por exemplo é um sofrimento! As ferragens Hardtech, apesar de bonitas e firmes, ainda geram muitas incertezas e desconfianças. A RMV mostra que ainda é uma empresa que fabrica pedestais de microfone, guitarras, cavaquinhos, saxofones, gaitas, sanfonas, etc… Ainda não é um referencial de BATERIA no Brasil.

ADAH: Empresa antiga no mercado de baterias nacionais, assim como a RMV, deu um grande salto em 2004. Após ser assumida por uma nova direção a empresa investiu muito nas suas baterias. Acabamentos, Ferragens, tambores com medidas fusion, etc. As novas baterias Adah são interessantes, porém assim como as RMV, ainda precisam melhor e muito suas Ferragens, canoas, etc… Ainda deixa muito a desejar.

Fisher: Empresa antiga no mercado de baterias. As baterias Fisher, em minha opinião tem o melhor casco “madeira” e ferragens dos modelos populares, porém seu acabamento é muito fraco. Esteticamente uma das mais feias. A empresa se especializou na fabricação de bateras infantis (dá mais grana!rs).

PINGUIM: As eternas Ludwig “genéricas”, a Pinguim fabricou excelentes baterias nos anos 70 e 80, porém de lá pra cá as coisas mudaram muito. Em 2006 a empresa ameaçou voltar a fabricar bateras, porém também nãofoi pra frente. Hoje só fabricam caixas.

GOPE: Bateras antigassas ! Também ameaçaram fabricar novamente, porém, não ficou nada legal. Os cascos até que ficaram bons, porém as ferragens perecem dobradiças de portão. MUITO FEIAS !

BNB: SALVE-SE QUEM PUDER !!!!!!
Rezumindo: Junte 7 latas de tinta “vazias” e começe e batucalas com um cabo de vassoura. É O MESMO SOM ! Acabamento então, MEU DEUS ! RSRSRS.

Bom galera é isso aí !!

Concordem, Discordem, fiquem à vontade pra comentar !!!!!!!!

Abraço

Denis Mariani

4 Respostas

  1. Meu filho chama Enzo e tem uma Bateria velha, so que não tem professor vc da aula de Bateria?

  2. diante das abservações feitas sobre as bateras nacionais vc não sitou a michael e nem a vogga,
    gostaria de saber de vc qual seria a sua critica , se os produtos sitados são nacionais ou importados.
    obrigado, há e se vc tem preço de mercado

    • Ola amigo, td bem !!

      Realmente nao citei a Michael e a Vogga, pois as mesmas sao de fabricação Koreanas/Chinesas…etc..
      Mas sao bateras legais, tambem…
      Em breve vamos colocar uma materia bacana no blog, sobre preços !
      Qualquer duvida mande-nos um e-mail:
      fazendomusica@gmail.com

      Abraços
      Denis Mariani

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: